PENSAMENTO DO DIA
PENSAMENTOS e FILOSOFIA

DEZEMBRO de 2005


www.nossosaopaulo.com.br

Voltar ao Atual

01/Dezembro/2005:

“ LUTEMOS POR UM MUNDO NOVO ”

“ Lutemos por um mundo novo... um mundo bom que a todos assegure o ensejo de trabalho, que dê futuro a juventude e segurança à velhice. ”

( Charles Chaplin - Biografia - 1889/1977 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

02/Dezembro/2005:

“ O AMOR ”

“ O amor é um sentimento tão delicioso porque o interesse de quem ama confunde-se com o do amado. ”

( Stendhal - Henri-Marie Beyle - 1783/1842 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

05/Dezembro/2005:

“ A IMPORTÂNCIA DO VOLUNTÁRIO ”

“ Se quisermos que o mundo alcance progressos na aplicação da Declaração do Milênio e avance decisivamente rumo à realização dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, será necessária a participação das pessoas, em toda a parte. O voluntariado continua a ser um meio poderoso e produtivo de assumir esse compromisso.

Praticar o voluntariado em campo, junto das comunidades, ou em casa, através da Internet, permite que as pessoas comuns levem a cabo tarefas extraordinárias. Esses contributos são vitais, quer se esteja a trabalhar para a erradicação da pobreza, da fome, da doença ou do analfabetismo, quer se esteja a lutar pela a proteção do ambiente mundial e a defender as mulheres da discriminação e da violência.

A força do voluntariado é a sua universalidade – todos os dias há inúmeros atos de solidariedade e de ajuda, tanto nos países desenvolvidos como nos países em vias de desenvolvimento. Não existe uma maneira correta ou errada de praticar o voluntariado. A única coisa que é necessária é a vontade de partilhar o tempo, um conhecimento especializado ou uma boa idéia.

Neste Dia Internacional dos Voluntários, apelo aos governos e à sociedade civil para que criem mais oportunidades para que as pessoas pratiquem o voluntariado. E reconheçamos o papel indispensável dos voluntários no processo de desenvolvimento, bem como as enormes contribuições que o voluntariado como força dá para a construção de um futuro mais seguro e mais sustentável. ”

( Kofi Annan - Biografia - 1938/**** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

06/Dezembro/2005:

“ AS PESSOAS SÃO NECESSÁRIAS ”

“ Você pode criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso da Terra, mas são necessárias pessoas para transformar esse sonho em realidade. ”

( Walt Disney - Walter Elias Disney - 1901/1966 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

07/Dezembro/2005:

“ NOSSA MAIOR GLÓRIA ”

“ Nossa maior glória não está em jamais cair, mas em levantar-se a cada queda. ”

( Confúcio - Biografia - 551 a.C. / 479 a.C. )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

08/Dezembro/2005:

“ SOBRE O MUNDO ”

“ O processo capitalista une, de forma desigual e combinada, países ativos, dos quais se irradiam as grandes mudanças e que delas se beneficiam, e países passivos, onde a grande maioria da humanidade vive na pobreza, segundo diversos graus de intensidade. Modernização e agravamento da desigualdade tem sido uma constante, constituindo, aliás, o lado perverso da difusão do progresso sobre a face do planeta. ”

( Milton Santos - Biografia - 1926 / 2001 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

09/Dezembro/2005:

“ A MENTE ”
- Milton Reading Room -

“ A mente é um lugar em si mesma e pode fazer do inferno um paraíso ou do paraíso um inferno.”

( John Milton - Biografia - 1608 / 1674 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

12/Dezembro/2005:

“ A LIBERDADE NÃO EXISTE APENAS PARA UM HOMEM”

“ Às vezes refletimos sobre a liberdade, essa mesmo que “in tese” acreditamos ter. Por conta disso, em certas circunstâncias da vida chegamos a pensar no absolutismo..., sobre a possibilidade de viver, sem de ninguém depender! Entretanto, percebemos que isso é complicado, pois na verdade, há uma rede que naturalmente envolve os homens e esses não se dão conta de que estão enredados nas malhas do relacionamento.

O escritor, por exemplo, num certo dia, motivado pela inspiração, ocupa sua cadeira preferida, naquele lugar da sala que lhe permite serenidade, onde se prepara para uma longa viagem. Essa viagem se inicia impulsionada pelo pensamento, que se desenvolve de maneira inteligente e lhe possibilita conclusões ou paradas obrigatórias. Nessas paradas ocorre a reorganização das estratégias, visto que a viagem poderá continuar ou mesmo ser interrompida, pela ausência do combustível essencial. A caneta espera ansiosamente, mas, momentaneamente, falta a energia da alma... Assim, se faz necessário o descanso; a viagem continuará oportunamente...

Não adianta forçar a natureza, pois ela sempre foi perfeita; por isso, quando menos se espera, a viagem continua. A caneta desliza sobre a folha branca deixando as marcas da imaginação e do imaginário. O autor reflete sobre fatos reais ou irreais; nesse ponto, configura-se a dependência involuntária e isso nos dá mostras de que não somos absolutos. Cumpre ressaltar que as palavras interagir, agregar e compartilhar, entre outras, são inseparáveis da rede do relacionamento humano, fato ás vezes imperceptível apenas aos que não querem ver ou admitir. O escritor, ao concluir o livro, pode até não estar pensando no vil metal mas, sinceramente, estará torcendo para que alguém o leia sem necessariamente emitir opinião. O importante será perceber que alguém tomou conhecimento daquela viagem especial, fruto da sua reflexão. Assim sendo, com todo o respeito às opiniões contrárias, acreditamos que para se ter liberdade, necessário se faz compartilhá-la. Dessa forma, na viagem da vida, dificilmente alguém estará sozinho.

Um grande abraço a todos os que amam e usufruem da liberdade !!! ”

( Jorge Gerônimo Hipólito - Biografia - 1952 / **** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

13/Dezembro/2005:

“ SONHOS DE NATAL ”

“ Família reunida, mesa farta e muitos presentes, este é o sonho de milhões de pessoas para a festa da noite de Natal. Há os que,embora possam faze-lo, dispensam essa forma de comemoração. Existem ainda aqueles que, embora desejassem, não participam pelas mais variadas circunstâncias. Em qualquer das três alternativas é possível um Natal Feliz, desde que se tenha a convicção das reais e sublimes motivações que a data representa. Felicidade é estado de espírito.

A história e a trajetória triunfal do anfitrião natalino – Jesus Cristo – nos legou o poder supremo da espiritualidade – 'a dimensão mais nobre do ser humano, que o move à transcendência'. Ela pode ser manifestada através de ações práticas dos dois mandamentos mais importantes: (1) amar a Deus sobre todas as coisas e, semelhante a este, (2) amar ao próximo como a si mesmo. Esse grau de importância foi expresso pelo próprio Cristo, quando questionado a respeito. Na evolução espiritual encontra-se o segredo que harmoniza as necessidades humanas: saúde (física e mental), convivência familiar, relacionamento social, exercício profissional e condições financeiras.
O equilíbrio entre esses fatores é decisivo para o nosso bem estar.

Devemos nos conscientizar de que o responsável pela maior festa da cristandade também sonhou, quando de sua passagem pela Terra. Sonhou com um mundo de fartura para todos, tendo nos deixado a flora, a fauna e os recursos do do solo e do subsolo. Sonhou e pregou a paz entre todos os povos do planeta azul. Sonhou com uma sociedade mais igualitária, economicamente, e mais justa, socialmente. Sonhou com a inexistência da discriminação, do preconceito e de qualquer tipo de exclusão social. Sonhou com a prática da fé, da esperança e da caridade – as três virtudes teologais – que poderão ser compreendidas pela leitura e reflexão dos textos bíblicos.

O Natal é uma oportunidade (a mais) que temos, anualmente, para fazer um balanço da nossa vida espiritual, e para erradicarmos as 'ervas daninhas' que insistimos em cultivar nas nossas mentes – os sentimentos negativos. Podemos agregar valores se entendermos, definitivamente, que é dividindo que se soma. Os fundamentos do cristianismo não servem apenas para cada um de nós, mas podem ser aplicados em qualquer atividade humana, inclusive na gestão empresarial. Visão, missão, princípios, normas, procedimentos e metas, elementos que ganharam status organizacional no século XX, constam nas Escrituras de forma explícita.

Entre as referências bíblicas encontra-se a construção da Arca de Noé (Gênesis 6: 14 e 16), cujas especificações detalhadas nos fazem lembrar a ISO (International Organization Standardization), norma técnica internacional para certificação de qualidade assegurada. A ISO pode ser entendida como: 'escreva o que e como você faz, e faça como você escreveu'. Célebre também é a exemplar lição de planejamento estratégico revelada por José, do Egito, administrador admirável (Gênesis 41: 37 a 45), podendo ser comparado a um CEO (Chief Executive Officer - Presidente Executivo) de hoje. Ele soube, com extrema competência, administrar os sete anos de fartura e os sete anos de escassez. As vagarosas e silenciosas passadas de Moisés pelo deserto, na caminhada para a Terra Prometida, o colocaram na galeria dos protagonistas históricos, pelos valores que ele agregou à gestão de recursos humanos. Ele pode ser considerado o pai da descentralização do poder e da gestão participativa (Êxodo 18: 13 a 26). Daniel, nomeado pelo Rei Nabucodonosor, governador de toda a província, administrou a então poderosa Babilônia com a ajuda de seus três amigos: Sidrac, Misac e Abdénago (Dan. 2: 48 e 49).

Ler, refletir e vivenciar os ensinamentos contidos na Bíblia, são as pegadas que Jesus deixou para os cristãos conquistarem qualidade de vida, felicidade e a salvação eterna. ”

( Faustino Vicente - Biografia - 1935 / **** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

14/Dezembro/2005:

“ NENHUM SER HUMANO É UMA ILHA ”

“ Nenhum ser humano é uma ilha... por isso não perguntem por quem os sinos dobram. Eles dobram por cada um, por cada uma, por toda a humanidade. Se grandes são as trevas que se abatem sobre nossos espíritos, maiores ainda são as nossas ânsias por luz. (...) As tragédias dão-nos a dimensão da inumanidade de que somos capazes. Mas também deixam vir à tona o verdadeiramente humano que habita em nós, para além das diferenças de raça, de ideologia e de religião. E esse humano em nós faz com que juntos choremos, juntos nos enxuguemos as lágrimas, juntos oremos, juntos busquemos a justiça, juntos construamos a paz e juntos renunciemos à vingança. ”

( Leonardo Boff - Biografia - 1938 / **** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

15/Dezembro/2005:

“ CRIANÇAS DO BRASIL ”

“ Hoje eu estava separando umas coisinhas para vocês, para o presente no Natal...

Pensei em levar um trenzinho elétrico de cargas, longo, cheio de caçambinhas e um outro, moderno, todo azul e branco, com carros de passageiros prateados por fora, lindos, com bancos estofados, limpos e bem ventilados, em cujos corredores passassem, a cada tempo, jornaleiros ou aqueles garçons de carro restaurante, vestidos como oficiais da marinha, todos de branco, vendendo refrigerantes...

Pensei em um bondinho vermelho, com reversíveis bancos de madeira, todos envernizados e de laterais abertas, que permitissem sentir no rosto as lufadas de vento ao cair das tardes de verão...

Pensei também numa boneca loira, de olhos azuis e faces rosadas, de vestido longo e branco, deslumbrante... Mas, talvez uma boneca lira de short e miniblusa, expondo sua barriga grávida, como diariamente expõe a TV, talvez lhes trouxesse maior alegria e contentamento, enfim, as coisas estão mudando por aí....

Pensei também em separar muitos doces, balas, chocolates e aquela coisa molenga que vocês mastigam até ficar com dor no queixo... Mas hoje, eu não estou muito inspirado...
Quem sabe se eu ouvisse uma antiga e melodiosa canção de Natal, me sentisse melhor...
Mas ao sintonizar meu receptor só ouço pagode, pop e música sertaneja...

Pensando melhor, para que uma criança brasileira iria querer um trenzinho de cargas?
O território brasileiro é tão pequeno, não é mesmo? E Faz tanto tempo que ela não vê um trem sequer... e para levar o que?

Um trem de passageiros? Para ir aonde? Fazer o que? Ela viaja muito mais rápido e por todo o mundo pela televisão e pela internet... Um trem... pra quê?
Um bondinho vermelho, desengonçado, lerdo e barulhento...
Uma boneca loira, de vestidos e cabelos longos... que brinquedo esquisito e feio... mulher agora usa cabelos curtos e calças jeans, não é mesmo?

Bem, restaram ainda os doces, as balas e os chocolates; estes sim, vamos mantê-los nesse Natal. Precisaremos de muito açúcar para adoçar o amargor do desemprego... do amargurado Povo Brasileiro....

PAPAI NOEL
p/procuração: Raphael Mercaldi

' Imagine um mundo mágico... onde o amor seja o maior de todos os sentimentos... Onde os povos vivam em harmonia... Onde não haja fome... Esse mundo pode existir... Só depende de nós !!!'

FELIZ NATAL PRA TODOS....
Paz, Saúde e Felicidades no Ano Novo ”

( Raphael Mercaldi - Biografia - 1942 / **** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

16/Dezembro/2005:

“ POR AMOR A ELE ”

“ Estes não são tempos diferentes daqueles. A violência e a crueldade assolam as vidas humanas, nos grandes centros e pequenas cidades. Sua presença permanente e vivo amor inspiraram, contudo, o surgimento de sentimentos novos. Venceu-se a descrença, a crueldade, a indiferença. Mas não em todos. Muitos ainda não O conhecem e isto tem gerado esses quadros que atormentam e preocupam...

Surge, então, o único caminho para contagiar aqueles que desconhecem as brisas do amor verdadeiro: o exemplo da confiança irrestrita.

Naqueles tempos em que esteve conosco, totalmente incompreendido, seus seguidores eram barbaramente assassinados, sacrificados em espetáculos dolorosos, atados a postes onde recebiam azeite fervente; jogados para serem devorados por feras famintas; esquartejados ou atirados em celas úmidas, escuras, imundas... Perseguidos e espezinhados, se fortaleceram na fé.

Hoje não é diferente. As sombras da insensatez ainda dominam, desesperadas, porém, por verem a perda de domínio. Amadurecidos, já conseguimos perceber que a fé raciocinada, a confiança em Deus, o amor ao próximo (aí incluídos o respeito à diversidade, aos limites individuais e à solidariedade que socorre), ao lado de uma conduta ética e solidária nos levam a vencer os tremendos e inesperados desafios que surgem todo dia. A adesão individual a estes nobres princípios farão o contágio que conquistará os que ainda se perdem nos tormentos e desequilíbrios que os afligem... , pois são enfermos os algozes, os causadores de sofrimentos.

Recordando a força moral do apóstolo Paulo e por amor a Ele, Jesus, o Mestre da Humanidade, ergamos a cabeça nesses momentos de tantas dificuldades morais. Na ocorrência repetida do Natal, ao invés das luzes externas que enfeitam as casas e o comércio, deixemos brilhar a luz do amor internamente, nas atitudes solidárias, tolerantes, compreensivas e especialmente naquelas que respeitam as diferenças ou a liberdade de opção pelo estilo de vida.

O melhor presente para o aniversariante é pensar Nele com gratidão. É principalmente atender seu eterno convite de melhoria individual e de auxílio ao próximo. Jesus não permanece na cruz. Ele está presente, atuante, amparando. Sua missão é conduzir a humanidade. E seu amor é abundante. Seus ensinos, conduta e exemplos marcantes personificam o verdadeiro amor, o amor harmonia, o amor equilíbrio, o amor sintonia, o amor que educa, ensina, encaminha, que não escraviza, nem exige. É o fardo leve, o jugo suave, o caminho, a verdade e a vida... Sua doce influência contagia a vida de alegrias verdadeiras, indicando-nos os caminhos do perdão, da tolerância e da solidariedade.

Podemos oferecer-lhe três presentes, neste aniversário:
a) o bom ânimo: sejamos animados com a vida;
b) o bom humor: vamos enfrentar as dificuldades com sorrisos e bom humor;
c) a boa vontade: como ele demonstra para conosco.

Jesus, modelo e guia para a humanidade. Mestre e educador, exemplo e roteiro.
Que estejamos todos com Ele, amigos leitores. Feliz Natal ! ”

( Orson Peter Carrara - Biografia - 1960 / **** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

19/Dezembro/2005:

“ MINHA CONFIANÇA ”

“ Sempre tive confiança de que não serei maltratado na porta do céu, e mesmo que São Pedro tenha ordem para não me deixar entrar, ele ficará indeciso quando eu lhe disser em voz baixa: ' Eu sou lá de Cachoeiro... ' ”

( Rubem Braga - Biografia - 1913 / 1990 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

20/Dezembro/2005:

“ O MAIOR TRIUNFO DA CIVILIZAÇÃO ”

“ Mais do que descobrir o fogo ou a roda, o maior triunfo do que chamamos de civilização foi a domesticação do macho humano. ”

( Max Lerner - Biografia - 1902 / 1992 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

21/Dezembro/2005:

“ PARA TESTEMUNHAR A NOSSA FÉ ”

“Alguns dias depois, vindo Félix com sua mulher Drusila, que era judia, mandou chamar a Paulo, e ouviu-o acerca da fé em Cristo Jesus (Atos dos Apóstolos, capítulo 24:24).

A exemplo de Paulo, nós também seremos chamados para testemunhar a nossa fé em Jesus, que se traduz em amar, perdoar e compreender. Muita Paz a você, amigo(a) e um 2006 cheio de conquistas e venturas para o coração. Muita saúde e harmonia na família. ”

( Eliana Thomé - Biografia - 1955 / **** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

22/Dezembro/2005:

“ JESUS ”
- Antologia Mediúnica do Natal -

Divino Senhor - fez-se humilde servo da Humanidade.
Pastor Supremo - nasceu na manjedoura singela.
Ungido da Providência - preferiu chegar ao planeta, no espesso manto da noite, para que o mundo não lhe visse a corte celestial.

Orientador nas Esferas Resplandecentes - rejubilou-se na casinha rústica de Nazaré.
Construtor do Orbe Terrestre - manejou serrotes anônimos de uma carpintaria desconhecida.
Prometido dos Profetas - escolheu a simplicidade para instituir o Reino de Deus.

Enviado às Nações - preferiu conversar com os doutores na condição de criança.
Luzeiro das Almas - consagrou longos anos à preparação e à meditação, a fim de ensinar às criaturas o caminho da redenção.
Verbo Sagrado do Princípio - submeteu-se à limitação da palavra humana para iluminar o mundo.

Sábio dos Sábios - valeu-se de pescadores pobres e simples para transmitir aos homens a divina mensagem.
Mestre dos Mestres - utilizou-se da cátedra da natureza, entre árvores acolhedoras e barcos rudes, disseminando as primeiras lições do Evangelho Renovador.
Majestade Celeste - conviveu com infelizes e desalentados da sorte.

Príncipe do Bem - não desdenhou as vítimas do mal, amparando mulheres desventuradas e sentando-se à mesa de pecadores envilecidos.
Instrutor de Entidades Angélicas - andou com a multidão de leprosos, estropiados e cegos de todos os matizes.
Administrador da Terra - ensinou o respeito a César, consagrando a ordem e santificação à hierarquia.

Benfeitor das Criaturas - recebeu a calúnia, o ridículo, a ironia, o desprezo público, a prisão dolorosa e o inquérito descabido.
Amigo Fiel - viu-se sozinho no extremo testemunho.
Juiz Incorruptível - não reclamou contra os falso julgamentos de sua obra.

Advogado do Mundo - acolheu a cruz injuriosa.
Ministro Divino da Palavra - adotou o silêncio, ante a ignorância de seus perseguidores.
Dono do Poder - rogou perdão para os próprios algozes.

Médico Sublime - suportou chagas sanguinolentas.
Jardineiro de Flores Eternas - foi coroado de espinhos cruéis.
Companheiro Generoso - recebeu açoites e bofetadas.

Condutor da Vida - aceitou o crucifixo entre ladrões.
Emissário do Pai - manteve-se fiel a Deus até o fim.
Mensageiro da Luz Imortal - escolheu o coração amoroso e renovado de Madalena para espalhar na Terra as primeiras alegrias da ressurreição.

Mordomo dos Bens Eternos - em precisando de alguém para colaborar com os seus seguidores sinceros, busca Saulo de Tarso, o perseguidor, e transforma-o no amigo incondicional.
Coordenador da Evolução Terrestre - necessitando de trabalhadores para as missões especializadas, procura os Ananias da fé, os Estêvãos do trabalho e os Barnabés anônimos da cooperação.
Missionário Infatigável da Redenção Humana - foi sempre e ainda é o maior servidor dos homens de todos os tempos e civilizações da Terra.

Recordando o Mestre Divino, convertamo-nos ao seu Evangelho de Amor, para que a sua luz nasça na manjedoura de nossos corações pobres e humildes ! E, edificados no seu exemplo, abracemos a cruz de nossos preciosos testemunhos, marchando ao encontro do Senhor, no iluminado País da Ressurreição Eterna ! ”

( Chico Xavier / André Luiz - Biografia - 1910 /2002 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

23/Dezembro/2005:

“ PENSAMENTO DE NATAL”
- Antologia Mediúnica do Natal -

“ O NATAL não é apenas uma festa no coração e no lar. É também a reafirmação da nossa atitude cristã perante a vida ! ”

( Chico Xavier / João de Carvalho - Biografia - 1910 /2002 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

26/Dezembro/2005:

“ EDUCAÇÃO DA ALMA ”
- Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros - João, 13:34 -

“ 'É na alternância obrigatória do prazer e da dor que está o princípio da educação das almas'. A frase, escrita por Léon Denis no livro O Grande Enigma (1), nos permite uma boa reflexão sobre a vida e sua finalidade. Muitos aqui na Terra correm atrás da felicidade. Outros, da própria subsistência. Se para alguns ela se traduz em um bem material ou uma conquista pessoal, para outros ela significa vencer as próprias dificuldades, as próprias limitações (físicas e espirituais).

Mas o que é ser feliz? Segundo a Espiritualidade a felicidade não é deste mundo. Ou seja, o máximo que podemos conseguir na Terra - planeta de provas e expiações -, são momentos felizes. Jamais a felicidade absoluta, que se traduz na consciência em paz e na conquista de si mesmo. Podemos realmente ser felizes enquanto houver ao lado a dor de um necessitado, a angústia de um sofredor? Podemos fingir que a miséria não existe, que não vemos homens, enlouquecidos por causas erradas e leituras tortas das leis de Deus, matarem-se mutuamente?

Certamente alguém pode estar pensando: e eu com isso, se o vizinho não acredita no Pai, se não ama as aves no céu e nem os animais na terra? O que poderá me suceder, se pouco me importo se o outro tem um prato de comida para o estômago ou um agasalho para os ombros? 'Não sou o Salvador do mundo', é o pensamento corrente.

Ah! Amigos, certamente estamos ainda longe dessa categoria de 'salvadores da pátria', mas cabe-nos, ensina o Evangelho, uma tarefa importante, o da solidariedade. A solidariedade é prima da fraternidade e irmã da caridade, essa sim a grande mestra de todos os seres, de todos os corações que se agitam no planeta.
Diz-nos o bondoso Emmanuel, no livro Mais Perto (2), relatando nossa presença na Terra: 'Não olvides que o Amor é a base de nossa sustentação nos menores passos da vida'.

Portanto, não dá mais para sermos indiferentes a tudo o que nos rodeia: dores, experiências, sacrifícios, e mil outros pedidos que nos responsabilizam a alma, nos animam e impulsionam o ser.

Como explicou certa feita Chico Xavier, mediunizado por Emmanuel (3), 'Simbolicamente, o nosso cérebro foi colocado acima de todas as demais faculdades... a razão deve inspirar todas as nossas atitudes e conferir os nossos pensamentos do ponto de vista da conveniência... Mas a vida, a vida em si, comando de todos os fenômenos em derredor de nós, e dentro de nós, está incorporada no coração'.

Assim sendo, é necessário que o cérebro compreenda a dor (a prova), mas é preciso também que o coração sinta o amor de Deus em nós, traduzido naquilo que pede incessantemente o Evangelho (4): 'Corre-vos o dever de fazer que os vossos irmãos participem dos raios da sagrada luz'. Somente assim, completa o amigo espiritual, conseguiremos o grandioso objetivo de preparar para as gerações porvindouras um mundo onde já não seja vã a palavra felicidade. E nem a dor necessária, acrescentaríamos. ”

Bibliografia
1. Léon Denis in O Grande Enigma. Deus e o Universo. Segunda Parte - O livro da Natureza.
Cap. XIV, Elevação, pg.228.
2. Francisco Cândido Xavier/Emmanuel.Mais Perto.Lição: Amor, pág.33.
3. Carlos A.Baccelli. Chico Xavier, à sombra do abacateiro. Reunião do dia 29 de maio de 1982, pág.48.
4. Allan Kardec. O Evangelho Segundo o Espiritismo.Capítulo V - Bem-aventurados os aflitos. A felicidade não é deste mundo, item 20. Mensagem de François-Nicolas-Madeleine, cardeal Morlot. (Paris, 1863.).

( Eliana Thomé - Biografia - 1955 / **** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

27/Dezembro/2005:

“ HUMILDADE CELESTE ”
- Antologia Mediúnica do Natal -

“ Ninguém mais humilde que Ele, o Divino Governador da Terra.
Podia eleger um palácio para a glória do nascimento, mas preferiu, sem mágoa, a manjedoura simples.

Podia reclamar os princípios da cultura para o seu ministério de paz e redenção; contudo, preferiu pescadores singelos para instrumentos sublimes do seu verbo de luz.
Podia articular defesa irresistível a fim de dominar a governança política; no entanto, preferiu render-se à autoridade presente em sua época, ensinando que o homem deve entregar ao mundo o que ao mundo pertence, e a Deus o que é de Deus.

Podia banir de pronto do colégio apostólico o amigo invigilante, mas preferiu que Judas conseguisse os seus fins, lamentáveis e escuso, descerrando-lhe aos pés o caminho melhor.
Podia erguer-se ao Sol da plena vida eterna, sem voltar-se jamais ao convívio humilhante daqueles que o feriram nos tormentos da cruz; no entanto, preferiu regressar para o mundo, estendendo de novo as mãos alvas e puras aos ingratos da véspera.

Podia constranger o espírito de Saulo a receber-lhe as ordens, mas preferiu surgir-lhe qual companheiro anônimo, rogando-lhe acordar, meditar e servir, em favor de si mesmo.
Em Cristo, fulge sempre a humildade celeste, pela qual aprendemos que, quanto mais poder, mais amplo o trilho augusto aberto às nossas almas para que nos façamos, não apenas humildes pelos padrões da Terra, mas humildes enfim pelos padrões de Deus. ”

( Chico Xavier / Emmanuel - Biografia - 1910 / 2002 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

28/Dezembro/2005:

“ NATAL ”
- Fonte Viva -
' Glória a Deus nas Alturas, paz na Terra e boa-vontade para com os homens.' - (Lucas, 2:14)

“ As legiões angélicas, junto à Manjedoura, anunciando o Grande Renovador, não apresentaram qualquer palavra de violência.

Glória a Deus no Universo Divino.
Paz na Terra.
Boa-vontade para com os Homens.

O Pai Supremo, legando a nova era de segurança e tranqüilidade ao mundo, não declarava o Embaixador Celeste investido de poderes para ferir ou destruir.

Nem castigo ao rico avarento.
Nem punição ao pobre desesperado.
Nem desprezo aos fracos.
Nem condenação aos pecadores.
Nem hostilidade para com o fariseu orgulhoso.
Nem anátema contra o gentio inconsciente.
Derramava-se o Tesouro Divino, pelas mãos de Jesus, para o serviço da Boa-Vontade.

A justiça do 'olho por olho' e do 'dente por dente' encontrara, enfim, o Amor disposto à sublime renúncia até à cruz.

Homens e animais, assombrados ante a luz nascente na estrebaria, assinalaram júbilo inexprimível...

Daquele inolvidável momento em diante a Terra se renovaria.

O algoz seria digno de piedade.
O inimigo converter-se-ia em irmão transviado.
O criminoso passaria à condição de doente.
Em Roma, o povo gradativamente extinguiria a matança nos circos. Em Sidon, os escravos deixariam de ter os olhos vazados pela crueldade dos senhores. Em Jerusalém, os enfermos não mais seriam relegados ao abandono nos vales de imundície.

Jesus trazia consigo a mensagem da verdadeira fraternidade e, revelando-a, transitou vitorioso, do berço de palha ao madeiro sanguinolento.

Irmão, que ouves no Natal os ecos suaves do cântico milagroso dos anjos, recorda que o Mestre veio até nós para que nos amemos uns aos outros.

Natal ! Boa Nova ! Boa-Vontade !...
Estendamos a simpatia para com todos e comecemos a viver realmente com Jesus, sob os esplendores de um novo dia. ”

( Chico Xavier / Emmanuel - Biografia - 1910 / 2002 )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

29/Dezembro/2005:

“ O ENCONTRO DIVINO ”
- Antologia Mediúnica do Natal -

“ Quando o cavaleiro D'Arsonval, valoroso senhor em França, se ausentou do medievo domicílio, pela primeira vez, de armadura fulgindo ao Sol, dirigia-se à Itália para solver urgente questão política.
Eminente cristão, trazia consigo um propósito central - servir ao Senhor, fielmente, para encontrá-lo.

Não longe de suas portas, viu surgir de inesperado, ulceroso mendigo a estender-lhe as mãos descarnadas e súplices. Quem seria semelhante infeliz a vaguear sem rumo ?
Preocupava-o serviço importante, em demasia, e, sem se dignar fixá-lo, atirou-lhe a bolsa farta.

O nobre cavaleiro tornou ao lar e, mais tarde, menos afortunado nos negócios, deixou, de novo, a casa.
Demandava a Espanha, em missão de prelados amigos, aos quais se devotara.
No mesmo lugar, postava-se o infortunado pedinte, com os braços em rogativa.

O fidalgo, intrigado, revolveu grande saco de viagem e dele retirou pequeno brilhante, arremessando-o ao triste caminheiro que parecia devorá-lo com o olhar.
Não se passou muito tempo e o castelão, menos feliz no círculo das finanças, necessitou viajar para a Inglaterra, onde pretendia solucionar vários problemas, alusivos à organização doméstica.
No mesmo trato de solo, é surpreendido pelo amargurado leproso, cuja velha petição se ergue no ar.

O cavaleiro arranca do chapéu estimada jóia, de subido valor, e projeta-a sobre o conhecido romeiro, orgulhosamente.
Decorridos alguns meses, o patrão feudal se movimenta na direção de porto distante, em busca de precioso empréstimo, destinado à própria economia, ameaçada de colapso fatal, e, no mesmo sítio, com rigorosa precisão, é interpelado pelo mendigo, cujas mãos, em chaga aberta, se voltam ansiosas para ele.
D'Arsonval, extremamente dedicado à caridade, não hesita. Despe fino manto e entrega-o, de longe, receando-lhe o contato.

Depois de um ano, premido por questões de imediato interesse, vai a Paris invocar o socorro de autoridades e, sem qualquer alteração, é defrontado pelo mesmo lázaro, de feição dolorida, que lhe repete a antiga súplica.
O Castelão atira-lhe um gorro de alto preço, sem qualquer pausa no galope em que seguia, presto.
Sucedem-se os dias e o nobre senhor, num ato de fé, abandona a respeitada residência, com séquito festivo.

Representará os seus, junto à expedição de Godofredo de Bouillon, na cruzada com que se pretende libertar os Lugares Santos.
No mesmo ângulo da estrada, era aguardado pelo mendigo, que lhe reitera a solicitação em voz mais triste.
O ilustre viajor dá-lhe, então, rico farnel, sem oferecer-lhe a mínima atenção.

E, na Palestina, D'Arsonval combateu valorosamente, caindo, ferido, em poder dos adversários.
Torturado, combalido e separado de seus compatriotas, por anos a fio, padeceu miséria e vexame, ataques e humilhações, até que, um dia, homem convertido em fantasma, torna ao lar que não o reconhece.
Propalada a falsa notícia de sua morte, a esposa deu-se pressa em substituí-lo, à frente da casa, e seus filhos, revoltados, soltaram cães agressivos que o dilaceraram, cruelmente, sem comiseração para com o pranto que lhe escorria dos olhos semimortos.

Procurando velhas afeições, sofreu repugnância e sarcasmo.
Interpretado, agora, à conta de louco, o ex-fidalgo, em sombrio crepúsculo, ausentou-se em definitivo, a passos vacilantes...
Seguir para onde ? O mundo era pequeno demais para conter-lhe a dor.
Avançava, penosamente, quando encontrou o mendigo.

Relembrou a passada grandeza e atentou para si mesmo, qual se buscasse alguma coisa para dar.
Contemplou o infeliz pela primeira vez e, cruzando com ele o olhar angustiado, sentiu que aquele homem, chagado e sozinho, devia ser seu irmão.
Abriu os braços e caminhou para ele, tocado de simpatia, como se quisesse dar-lhe o calor do próprio sangue. Foi então que, recolhido no regaço do companheiro que considerava leproso, dele ouviu as sublimes palavras:

- D'Arsonval, vem a mim ! Eu sou Jesus, teu amigo. Quem me procura no serviço ao próximo, mais cedo me encontra... Enquanto me buscavas à distância, eu te aguardava, aqui tão perto ! Agradeço o ouro, as jóias, o manto, o agasalho e o pão que me deste, mas há muitos anos te estendia os meus braços, esperando o teu próprio coração !...

O antigo cavaleiro nada mais viu senão vasta senda de luz, entre a Terra e o Céu...

Mas, no outro dia, quando os semeadores regressavam às lides do campo, sob a claridade da aurora, tropeçaram no orvalhado caminho com um cadáver.
D'Arsonval estava morto. ”

( Chico Xavier / Irmão X - Biografia - 1910 / 2002 )
ps: Irmão X é o pseudônimo adotado pelo espírito de Humberto de Campos, nas comunicações mediúnicas
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

30/Dezembro/2005:

“ A NOSSA MENSAGEM DE UM MAGNÍFICO 2006 ”

“ Mais um ano se finda...
2005, com todas as suas mazelas e parcas alegrias, se encontra no estertor...
Um ano onde pudemos assistir e apreciar, estarrecidos, em todos os rincões deste país, a real falta de caráter que 'pulula' nos bastidores do poder, seja municipal, estadual ou federal, no executivo, no legislativo e até mesmo no judiciário... poder onde o cinismo e a hipocrisia, aliados à mentira e perversidade, ainda dominam, tentando de todas as maneiras distorcer a VERDADE, trocando-a pela MENTIRA ACEITÁVEL aos olhos do povo... procurando iludi-lo ainda uma vez... e mais outra...

Entretanto, tivemos também grandes alegrias, ora vendo a cassação pública de alguns desses corruptos, que esperamos continue em 2006, varrendo pelo menos alguns desses abutres que se locupletam às custas do estado, outra vez vendo o nosso povo declarar a sua Segunda Independência, diante do hipócrita 'Referendo do Desarmamento', dizendo um sonoro NÃO em UNÍSSONO, de norte a sul deste país, ao governo, à grande mídia e à autoridades religiosas... um magnífico momento de verdadeira democracia, onde um povo normalmente submisso e conduzido, levantou-se em coro para declarar a sua liberdade de pensar e agir, momento que nos encheu de alegria, acalentando a nossa combalida capacidade de acreditar em tempos melhores!!!

Neste projeto, o Portal Nosso São Paulo, também vivemos algumas alegrias, vendo aumentar o número de acessos, que bateu vários recordes, vendo a chegada de novos colaboradores, que aqui colocaram seus artigos e novos modos de pensar, ou mesmo quadruplicando os nossos serviços à comunidade paulista, brasileira e até internacional, através do encaminhamento das suas dúvidas aos poderes constituídos e entidades das cidades paulistas, cujas páginas lançadas neste projeto também aumentaram bastante, chegando hoje a mais de oitenta... Todavia, paralelo a estas alegrias, também tivemos muitas tristezas, principalmente pela total falta de apoio financeiro dos empresários contactados por nossas campanhas, públicos e privados, que sempre receberam com extrema frieza os nossos convites, muitas vezes nem mesmo dignando-se a nos responder com um NÃO, o que obrigou a que continuássemos a custear sós este grande projeto da internet paulista e brasileira, focado na inclusão digital das cidades do Estado de São Paulo e de cunho eminentemente educacional e cultural !!!

Duante todo o ano de 2005, continuamos a publicar em português, com grande prazer, a maior parte dos pronunciamentos oficiais do Secretário Geral da ONU, Sr. Kofi Annan, os quais mantemos na página NOVIDADES, com muito carinho, pela sua grande importância à vida de todos os povos do planeta. Acompanhamos também a Segunda Cúpula Mundial para a Sociedade da Informação, ocorrida entre 16 e 18 de Novembro, diretamente de Túnis-Tunísia, apontando os LINKs da ONU e ITU, para que os internautas pudessem acompanhar, ao vivo, as sessões, os pronunciamentos e os debates deste importantíssimo evento mundial, não somente para a área da tecnologia, mas principalmente para a melhora da qualidade de vida dos seres humanos na nossa Terra !!!

Ademais, neste mês de dezembro, tivemos ainda uma grata experiência, dando foco especial, tanto nos pensamentos como nas poesias, a temas natalinos alusivos ao nosso Mestre Maior: JESUS, o excelso Governador deste Planeta e nosso 'Caminho, Verdade e Vida' !!! Esperamos que todos possam ter assimilado, ao menos em parte, essas importantes reflexões, um verdadeiro luzeiro para as nossas vidas.

Desta forma, encerramos este ano com a nossa consciência totalmente tranqüila, com a certeza de havermos feito o melhor, dentro de nossas estritas possibilidades e limitações, sem nos afastar do lema, 'Verdade, Seriedade e Honestidade', visando levar aos internautas paulistas, brasileiros e do exterior, uma NOVA VISÃO acerca das possibilidades da INTERNET, uma tecnologia que pode e deve servir à EDUCAÇÃO, à INFORMAÇÃO e EXPRESSÃO, verdadeiramente democrática, onde pensamentos contraditórios tenham espaço, uma tecnologia que pode e deve transmitir CULTURA ao povo, que pode UNIR realmente as pessoas, muito mais do que resumir-se à ganância dos e-commerce, à espionagem e invasão de privacidade de todos os matizes, aos 'bate-papos ocos' e ao estabelecimento de comunidades virtuais, a maioria sem quaisquer propósitos úteis...

Neste momento solene, quando nos despedimos do ANO 2005 e já saudamos o ANO 2006, desejamos a todos os amigos, amigas e familiares, UM MAGNÍFICO ANO NOVO, com muita verdade, honestidade, saúde, dinheiro, PAZ e AMOR ao PRÓXIMO e que consigamos, desde o seu primeiro minuto, colaborar através de nossa reforma íntima, para a construção de uma pessoa melhor, de um lar melhor, de uma cidade melhor, de um estado melhor e de um BRASIL melhor, pilares para o NOVO MUNDO que tanto sonhamos, para nós e para as futuras gerações, onde a verdadeira FELICIDADE seja realidade e não mais um sonho neste maravilhoso Planeta Azul !!!”

( Eng. Celio Franco - Gestor NSP - Biografia - 1959 / **** )
Quer dar sua opinião sobre este texto? CLICK AQUI e Fale Conosco!!!

 

 

Pensamento do Dia - Esta página mantém Pensamentos, Filosofia, Negócios e Mensagens de Otimismo. This page keeps information concerning Philosophy, Thinks and Sublime Optimism Messages.
Portal Nosso São Paulo - www.nossosaopaulo.com.br